Manter um diário da sua pele

Se sofre de eczema ou de outra condição dermatológica como pele sensível, acne ou irritações cutâneas, deve estar atento aos estímulos que possam despoletar uma crise - por exemplo, muita exposição solar, detergentes agressivos, comidas diferentes ou mesmo um dia mais stressante. Quando se trata do eczema especificamente, a ciência diz-nos que existem inúmeros fatores que favorecem o aparecimento de crises para além dos fatores genéticos.

Escrever um diário da sua pele

Como existem tantos aspetos no nosso dia-a-dia que podem agravar as condições de pele, manter um diário da sua pele poderá ajudar a lidar melhor com os fatores que a afetam a si e à sua pele. Um diário pode também ser útil para a ajudar a relembrar e a manter hábitos saudáveis.

Lembre-se, o diário da sua pele não vai substituir o diagnóstico do médico. Fale com um profissional de saúde se está preocupada com a sua pele. Consulte sempre um profissional de saúde antes de fazer alterações significativas nos seus hábitos diários (ex. excluir alimentos da sua alimentação).

O diário da sua pele

Tal como qualquer outro diário, para se manter motivada a escrever todos os dias tem de encontrar uma forma de registar a informação que funcione para si. Isto pode significar escrever algumas notas antes de se deitar, numa pausa durante o dia, num papel ou mesmo no seu telemóvel. Não importa como ou quando, deve vigiar o estado da sua pele bem como os acontecimentos que durante o dia a possam afetar.

Irritantes físicos

Cuidados com o rosto para evitar o eczema

Irritantes físicos podem ser fatores fundamentais que contribuem para o eczema e outras irritações da pele. Manter um registo dos produtos que aplica ou de outras coisas que entram em contacto com a sua pele pode ajudá-la a entender melhor o que desencadeia o eczema. Ficam aqui alguns exemplos de agentes irritantes a ter em conta:

  • Maquilhagem e pincéis de maquilhagem, assim como outros produtos de aplicação na pele, tais como hidratantes faciais e produtos de lavagem que possam conter irritantes
    • Não se esqueça de lavar gentilmente os seus pincéis e acessórios de maquilhagem e de seguir as recomendações dos diferentes produtos (por exemplo, as máscaras de pestanas não devem ser utilizadas depois de 3 meses abertas)
  • Produtos cosméticos, como cremes para o corpo e mãos
  • Produtos para o cabelo, que podem também irritar a face e o pescoço
  • Perfumes
  • Sabonetes e géis de banho, em especial os que são muito perfumados
  • Detergentes para a roupa e/ou para uso doméstico
  • Roupa, esteja atenta aos diferentes tipos de fibras
  • Também vale a pena registar a frequência e a forma como aplica os produtos, especialmente em alturas de crise

Comida

Diferentes alimentos podem favorecer ou desencadear uma crise de eczema ou outros sintomas em crianças e adultos. Monitorize aquilo que come e se tem alguma reação aos alimentos - quem sofre de eczema pode sentir estes efeitos horas ou dias depois de ingerir determinados alimentos.

Assim como qualquer pessoa, ter uma alimentação saudável é importante para a sua saúde e bem-estar geral. Pode esclarecer dúvidas com um profissional de saúde ou consultar um nutricionista para recomendações personalizadas, mas deixamos-lhe aqui algumas recomendações gerais:

  • Coma muita fruta e vegetais - a Organização Mundial de Saúde recomenda a ingestão de no mínimo 400g de fruta e vegetais por dia, pois estes são uma excelente fonte de fibras, vitaminas e minerais e podem ainda ajudar a prevenir certas doenças crónicas
  • Beba muita água - para um adulto é recomendada a ingestão de 6 a 8 copos de água (ou de outras bebidas não alcoólicas) por dia
Evitar o consumo de fast food

Antes de decidir eliminar certos alimentos da sua alimentação, deve falar com um profissional de saúde, como por exemplo um alergologista, que possa fazer um diagnóstico e lhe dê conselhos sobre como proceder. É importante esclarecer que a alimentação não afeta todos os doentes que sofrem de eczema e/ou outros problemas de pele e, que mudanças na sua alimentação sem um diagnóstico prévio podem conduzir a problemas ainda mais graves.

Stress

Uma vez que o stress pode afetar a sua pele, manter um registo dos períodos de stress na sua vida ajuda não só a entender como essas correlações a afetam, como também a lidar com a situação. Clique aqui para aprender mais sobre stress e eczema.

A sua rotina de higiene

Faz sentido que a sua rotina de higiene - a forma como toma conta da sua pele - possa contribuir para diferentes irritações cutâneas. É útil saber se alguma mudança que faça na sua higiene tem efeitos na sua pele. Neste caso, o diário da sua pele pode ser óptimo para manter os bons hábitos. Algumas coisas que deve ter em atenção:

  • A quantidade de vezes que toma banho, duche ou lava a cara afeta o estado da sua pele?
  • Existem diferentes sabonetes e emolientes que ajudam ou prejudicam a sua pele?
  • Como são os seus hábitos de higiene? Toma banho com a água muito quente? Como é que seca a sua pele depois do banho?
  • Com que frequência toca ou coça a sua pele irritada no corpo ou na cara? Quando tenta não coçar, sente diferença?

Não se esqueça, manter um diário da sua pele não substitui um diagnóstico de um profissional de saúde, mas pode ajudar a que aprenda e compreenda melhor a sua pele e consiga lidar melhor com os seus desafios.